Coreia do Sul detectou nesta sexta-feira um terremoto de 5 graus causado por teste nuclear da Coreia do Norte

"..., e terremotos, em vários lugares." Mateus 24:7

09 de setembro de 2016.

 

O serviço meteorológico da Coreia do Sul detectou nesta sexta-feira (data local) um terremoto de 5 graus causado de forma artificial na Coreia do Norte, informou à Agência Efe um porta-voz do Ministério da Defesa de Seul, o que pode indicar um novo teste nuclear do regime de Kim Jong-un.

Por sua parte, o Centro Sismológico da Europa também avaliou que se trata de um tremor de 5 graus de magnitude na escala Richter, enquanto o Serviço Geológico dos Estados Unidos lhe atribuiu 5,3 graus, confirmando que foi produzido por uma "explosão".

O terremoto de hoje foi detectado às 9h30 (horário sul-coreano, 22h30 de quinta-feira em Brasília) muito perto da base de testes nucleares de Punggye-ri, palco dos quatro testes atômicos norte-coreanos anteriores.

A Coreia do Norte realizou no último mês de janeiro seu quarto teste nuclear, no qual assegurou ter detonado uma bomba de hidrogênio, algo que os analistas põem em dúvida.

O governo da Coreia do Sul convocou uma reunião de emergência do Conselho de Segurança Nacional para avaliar a situação, segundo informou a Casa Azul da presidência em comunicado.

Por sua parte, as forças armadas sul-coreanas solicitaram ao Ministério da Defesa e ao Estado-Maior Conjunto a criação de uma equipe inicial de medidas de resposta.

O aparente quinto teste nuclear da Coreia do Norte aconteceu no dia em que o país celebra o 68º aniversário de sua fundação.

A Coreia do Norte já detonou explosivos atômicos em 2006, 2009, 2013 e em janeiro deste ano.

O último teste nuclear foi seguido pelo lançamento um mês depois de um foguete espacial com tecnologia de mísseis balísticos, o que acarretou ao país duras sanções da ONU que praticamente afogam seu comércio exterior.

Caso se confirme que a explosão de hoje foi consequência de um novo teste nuclear, se espera um forte reação da comunidade internacional, alarmada pelos avanços em armamento nuclear e mísseis do regime de Kim Jong-un.

Fonte: EFE.

voltar para Terremotos

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||