Surto de sarampo no noroeste dos EUA leva governador a declarar emergência

"...e pestes...” Mateus 24:7

25 de janeiro de 2019.

 

O estado norte-americano de Washington, no nordeste dos Estados Unidos, declarou emergência nesta sexta-feira (25) após um surto de sarampo afetar ao menos 30 pessoas na região – a maioria crianças menores de 10 anos. Segundo a agência Associated Press, 26 dos pacientes atendidos com a doença não apresentavam vacinação em dia para evitá-la.

O governador, Jay Inslee, explicou em um comunicado que a decisão obedecia ao "risco extremo para a saúde pública". O sarampo pode causar diarreia grave, pneumonia e, em complicações, levar à perda de visão e até à morte.

O surto da doença começou em Portland, cidade no Oregon que fica na divisa com o estado de Washington. As autoridades acreditam que as contaminações tenham ocorridos em locais de alta circulação, como o aeroporto de Portland e lojas de departamento.

O condado de Clark – um dos locais mais afetados pelo surto em Washington – tem 78% da população vacinada. É pouco, se comparado à cobertura vacinal de 92% a 94% considerada ideal para as autoridades de saúde pública da região.

Somente nos sete primeiros meses de 2018, o número de casos confirmados de sarampo nos Estados Unidos chegou a 107. Ao todo, a doença afetou pessoas em 21 estados norte-americanos.

Sarampo no mundo

A Organização Mundial da Saúde alertou em novembro que os casos de sarampo no mundo tinham aumentado 30% em 2017 em comparação com o ano anterior, em parte porque as crianças não estão sendo vacinadas. No Brasil, o número de casos confirmados passou de 10 mil, informou o Ministério da Saúde.

Fonte: G1

voltar para Pestes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||