Ministério da Saúde confirma 25 mortes por febre amarela

“...e pestes...” Mateus 24:7

21 de janeiro de 2017.

 

O Ministério da Saúde confirmou nesta sexta-feira (20/01) 25 mortes por febre amarela no estado de Minas Gerais, outros 71 óbitos podem estar relacionados com o vírus. O ministério anunciou ainda que, desde o início de janeiro, foram registrados 272 casos suspeitos da doença somente neste estado.

Além de Minas Gerais, o Espírito Santo registrou 11 casos suspeitos de febre amarela. Uma explosão no número de infectados pelo vírus ocorreu no início deste ano. Em 2016, foram confirmados somente sete casos da doença, sendo três em Goiás, dois em São Paulo e dois no Amazonas. Do total, cinco resultaram em morte.

Na semana passada, o governo de Minas Gerais decretou situação de emergência em saúde pública em regiões atingidas pelo surto de febre amarela no estado.

A febre amarela tem vacina e é causada pelo vírus da família flaviviridae. A doença infecciosa febril aguda pode levar à morte em cerca de uma semana se não for tratada rapidamente. Ela é transmitida por mosquitos, entre eles o Aedes aegypti – o mesmo da dengue, zika e febre chikungunya –  e é comum em macacos, que são os principais hospedeiros do vírus.

A doença é considerada endêmica em regiões rurais e de florestas do país. De acordo com o Ministério da Saúde, não há registros da transmissão da febre amarela em áreas urbanas no Brasil desde 1942.

Fonte: DW

voltar para Pestes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||