Casos de meningite bacteriana colocam Itália em alerta

“...e pestes...” Mateus 24:7

22 de novembro de 2016.

A região da Toscana, no norte da Itália, registrou a segunda morte por meningite bacteriana apenas nesta semana e entrou em alerta contra a doença.   

A vítima se chamava Lilia Agata Caputo, tinha 64 anos e estava internada desde 24 de outubro em um hospital de Livorno, a 90 km de Florença. Professora aposentada, ela havia dado entrada no centro de saúde com febre alta, e desde então suas condições só pioraram.   

Sua morte, ocorrida na última segunda-feira (21), foi causada por complicações ligadas a uma vasculite cerebral. No mesmo dia, uma mulher de 45 anos já tinha falecido em um hospital de Florença, também vítima de meningite bacteriana.   

O Instituto Superior de Saúde (ISS), órgão técnico-científico do Serviço Sanitário Nacional, afirmou que a Toscana não pode abaixar a guarda contra a doença e que adultos também precisam ser vacinados. Em 2015, um foco de infecção já havia sido registrado na região.   

A meningite é uma inflamação nas membranas que revestem o cérebro e pode ser causada tanto por vírus quanto por bactérias, sendo esta última mais rara, porém mais fatal.

Fonte: ANSA

voltar para Pestes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||