Ban pede desculpas publicamente ao Haiti por epidemia de cólera

“...e pestes...” Mateus 24:7

02 de dezembro de 2016.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu pela desculpas pela primeira vez aos haitianos pelo papel que a organização desempenhou na epidemia de cólera que afeta o país.

"Em nome das Nações Unidas, vou lhes dizer muito claramente que pedimos desculpas ao povo haitiano", disse Ban três vezes - em crioulo, francês e inglês.

"Simplesmente não fizemos o suficiente em relação ao surto de cólera e sua expansão no Haiti", acrescentou o secretário-geral ante a Assembleia Geral da ONU. "Lamentamos profundamente o papel que desempenhamos".

Segundo vários especialistas independentes, a cólera foi introduzida no Haiti por capacetes azuis nepaleses da Missão da ONU no país, a MINUSTAH, que jogavam seus excrementos em um rio.

Mas apesar destas desculpas, a ONU afirma que não tem responsabilidade legal na questão.

"Não modificamos nossa posição jurídica", explicou à imprensa o vice-secretário-geral, Jan Eliasson.

Ban disse que a ONU tinha a "responsabilidade moral de agir". Este assunto, admitiu, "lançou uma sombra nas relações" entre a ONU e o Haiti e "manchou a reputação dos capacetes azuis".

O chefe da ONU apresentou formalmente à Assembleia Geral um plano para ajudar financeiramente as vítimas da epidemia e lutar melhor contra a doença, que deixou mais de 9.000 mortos desde 2010.

Para isso, a ONU deve mobilizar cerca de 400 milhões de dólares em dois anos.

Fonte: AFP

voltar para Pestes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||