Autoridades confirmam 46 novos casos de ebola em apenas 7 dias no Congo

"...e pestes...” Mateus 24:7

27 de novembro de 2018.

 

Um total de 46 novos casos de ebola foram registrados no nordeste da República Democrática do Congo entre os dias 19 a 25 de novembro, segundo os dados divulgados nesta terça-feira pelo Ministério da Saúde do país africano.

O número de infecções nesta epidemia de ebola, que já é considerada a maior na história da República Democrática do Congo, chega a 419 casos, dos quais 372 foram confirmados em um laboratório e 47 são prováveis.

O número de mortes prováveis, desde que o surto foi declarado em 1º de agosto nas províncias de Kivu do Norte e Ituri, chega a 240, dos quais 193 testaram positivo, segundo os números oficiais datados de 25 de novembro.

Além disso, esta é a primeira vez que uma epidemia de ebola tem como epicentro uma região em conflito, onde operam por volta de 100 grupos armados, o que gera um deslocamento diário de milhares de pessoas que podem ter tido contato com o vírus e também impõe limites à segurança e ao trabalho no terreno dos profissionais de saúde.

A fim de conter o número de mortes, a ONG Aliança para a Ação Médica Internacional (Alima, na sigla em inglês) anunciou ontem a implementação - graças a um consórcio internacional coordenado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) - de um novo exame clínico terapêutico em seu centro de tratamento na cidade de Beni, em Kivu do Norte.

Esta última epidemia de ebola constitui a mais grave de toda a história da República Democrática do Congo em relação ao número de casos, já que supera o recorde de 318 contágios registrado em 1976 durante o primeiro surto do vírus em Yambuku, na província noroeste do Equador. 

Fonte: EFE

voltar para Pestes

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||