Vala comum encontrada no Iraque confirma crueldade do Estado Islâmico

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

29 de abril de 2018.

 

Muito mais civis cristãos foram mortos no Iraque pelo grupo Estado Islâmico (EI) do que se suspeitava anteriormente. A agência de notícias Iraqi News noticiou em 2 de março de 2018 que uma nova vala comum com 40 cristãos foi encontrada perto de Mossul, no norte do país. Os cristãos haviam sido sequestrados da região e, segundo uma fonte de uma igreja da região, “alguns deles eram mulheres e crianças. Eles tinham pequenas cruzes com eles”.

O relatório prosseguiu: “Tropas de segurança encontraram dezenas de valas comuns em regiões que antes estavam sob o domínio do Estado Islâmico. Mais de setenta sepulturas, incluindo de yazidis (comunidade étnico-religiosa curda) mortos pelo Estado Islâmico também foram encontrados”.

Henriette Kats, analista de perseguição da Portas Abertas, comenta a descoberta: “A notícia revela o que os iraquianos passaram sob o domínio do Estado Islâmico. Tal crueldade cometida contra cristãos foi, em grande parte, não declarada e confirma que a pontuação atual do Iraque na Lista Mundial da Perseguição (86 pontos – 8ª posição na Lista) não é exagero. Se esses túmulos tivessem sido descobertos mais cedo e os assassinatos tivessem sido verificados durante o período do relatório da Lista, de 1 de novembro de 2016 a 31 de outubro de 2017, a pontuação do Iraque teria sido ainda maior”.

Pedidos de Oração

  • A Portas Abertas tem convidado os cristãos do mundo todo a orar e se envolver com a reconstrução do Iraque e da Síria. Continue nessa luta conosco.
  • Apesar da dor vivida pelos cristãos iraquianos, agradeça a Deus pela vida daqueles que decidiram voltar a suas casas e reconstruir a nação e suas igrejas. Que eles tenham força para fazer isso.
  • Ore por momentos de segurança e paz. Que os filhos de Deus que vivem nessa nação desfrutem de descanso no Senhor.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||