Um ano do sequestro do líder cristão Raymond Koh

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

17 de fevereiro de 2018.

 

Na última terça-feira, 13, fez exatamente um ano que o líder cristão Raymond Koh foi sequestrado na Malásia. Cristãos de diversas denominações organizaram uma reunião de oração para lembrar e orar por ele e demonstrar apoio contínuo à sua esposa, Susanna, e família. Ela compartilhou sobre como é a vida sem a presença do marido.

Susanna disse que ele era o líder espiritual da família e que passava muitas horas em oração. Ele também fazia caminhadas orando. Disse também que ele memorizava grandes porções das Escrituras. “Ele compartilhava comigo o que havia aprendido”, relembra. Com a voz embargada, ela contou que o marido sempre fazia algo romântico no Dia dos Namorados (comemorado na Indonésia e em muitos outros países no dia 14 de fevereiro).

A VIDA SEM O SACERDOTE DO LAR

Susanna disse ainda que a família passa por altos e baixos, com dias de raiva e de encorajamento. Disse que sempre se sentiu tocada cada vez que irmãos e irmãs (até mesmo desconhecidos) iam até ela. Ela também expressou sua gratidão a Jesus, o bom pastor. “O Senhor tem suprido nossas necessidades e está conosco, assim como está com Raymond. Embora eu não entenda porque isso aconteceu, creio que Deus fará com que coopere para o bem daqueles que o amam”, afirma.

A cristã leva seu apoio à esposa do ativista muçulmano Amri Che Mat, que também desapareceu sob as mesmas circunstâncias. Como resultado, ela tem sido uma bênção para a esposa do ativista, que lhe contou que os cristãos a tratam melhor que os muçulmanos. Continue orando por Susanna e família, que continuem caminhando com Jesus durante esse tempo de provação. Que eles mantenham o foco em Deus, dando-lhe o tempo necessário para fazer todas as coisas conforme sua vontade. Ore também pelos desaparecidos, pastor Raymond e ativista Amri. Interceda para que a esposa de Amri seja tocada e abra o coração para receber o amor de Deus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||