Traída pela própria família

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de julho de 2019.

Há poucos dias, falamos sobre Maizah*, uma cristã libiana que foi encontrada por Deus no 4º país da Lista Mundial da Perseguição 2019. Ao ser impactada pelo amor de Jesus, Maizah passou a ser procurada pela polícia, e decidiu fugir para o Egito. Conheça, agora, o desfecho do testemunho desta querida irmã. 

Quando fugiu para o Egito, a família de Maizah - com quem não tinha contato há tempos - passou a procurá-la. "Um dia, liguei para minha mãe. Minha irmã atendeu. Ela disse que minha mãe não estava bem, que estava paralisada. Fui para casa porque queria ficar com ela. "No aeroporto, minha família estava esperando por mim como se nada tivesse acontecido. Quando entrei em minha casa, minha mãe estava ótima. Eu não conseguia acreditar no que via. Senti-me traída", destacou Maizah.

Seu irmão disse que haviam algumas pessoas que queriam falar com ela. "Eu não deveria estar com medo. Jesus ficaria comigo. A sala estava cheia de homens de túnicas brancas e longas barbas. Eles começaram a fazer perguntas. Um deles me bateu no rosto. Eu não respondi, pois pensei que meu irmão iria me proteger. Então, eles me agarraram, e continuaram a me bater mais. E então, de alguma forma, eu percebi que estava sendo protegida, não sentia mais a dor”, revelou a cristã.

Por fim, o líder deles disse a Maizah: "Seu nome está em uma lista de pessoas que deveriam ser mortas. Posso fazer uma oferta a você, posso me casar com você. Tenho três esposas; você pode ser a quarta. Se fizer isso, vamos esquecer toda essa situação". 

Chocada com a oferta, Maizah conseguiu ganhar tempo. Ela disse que precisava consultar um médico antes de se casar com ele. Ele concordou, mas não queria que ela fosse a um hospital líbio. Então, ela foi levada para a Tunísia. "Eles constantemente ficavam de olho em mim. Não havia chances de correr", revelou.

Graças a Deus, Maizah havia memorizado o número de telefone de um pastor naquele país e, com a ajuda de um médico, conseguiu escapar dos líderes libianos. Ela encontrou refúgio em uma casa segura. Sua família indignada continua buscando por Maizah, mas ela está segura. Hoje, Maizah vive em outro país - ela continua servindo a Jesus.

Pedidos de oração:

  • Peça a Deus que em seu novo país, Maizah seja capaz de se conectar com uma igreja, se recuperar de suas experiências traumáticas e continuar a brilhar como um exemplo para os outros.
  • Clame a Deus pela família de Maizah, que Jesus se revele a ela também, e restaure sua comunhão.
  • Interceda em favor da proteção de Deus para os poucos cristãos que seguem Jesus na Líbia. Ore para que sua fé continue a crescer apesar das pressões que enfrentam.

*Nome alterado por segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||