Trabalhadores cristãos são atacados pelo Al-Shabaab

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

25 de novembro de 2015.

 

Os agressores chegaram de madrugada e colocaram granadas nas portas

Pelo menos 14 trabalhadores de uma pedreira que fica na aldeia de Soko Mbuzi, na fronteira com a Somália, nordeste do Quênia, foram mortos e outros 12 ficaram gravemente feridos quando soldados do grupo extremista Al-Shabaab atacaram.

Eles chegaram de madrugada, quando os trabalhadores ainda estavam dormindo. A imprensa local informou que os guerrilheiros colocaram granadas nas portas, mas a maioria estava em tendas, do lado de fora, por causa do clima quente.

"Eles lançaram uma bomba de gasolina nas barracas antes de disparar. O motivo do ataque não foi descoberto, mas todos os trabalhadores eram de outras regiões do Quênia, e a maioria era de cristãos. O ocorrido foi semelhante a um ataque de dezembro de 2014, quando os membros do Al Shabaab mataram 36 trabalhadores cristãos da pedreira em Koromey, não muito longe de Soko Mbuzi", disse um repórter.

Pedidos de oração

  • Em suas orações, peça a Deus pelas famílias de todas as vítimas do ataque.
  • Ore para que Deus conforte seus corações e que continue dando forças para eles perseverarem na fé.
  • Que Deus alcance os corações dos perseguidores, levando-os ao arrependimento.
  • Ore pelo Quênia e pelos nossos irmãos que vivem nessa nação, enfrentando discriminação e perseguição religiosa, para que tenham paz em meio a tantas dificuldades.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||