Tenorio é liberto, mas permanece sob custódia de indígenas

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de janeiro de 2015.

 

O cristão Jaime Tenorio foi levado à prisão unicamente por causa de sua fé em Jesus. Mesmo após cumprir uma sentença de três anos, ele agora precisará trabalhar para as autoridades indígenas, deixando sua família mais um ano sem sustento e apoio

Embora o cristão Jaime Tenorio tenha sido libertado oficialmente no dia 29 de novembro, após passar três anos em uma prisão de segurança máxima por se recusar a enviar seus filhos para escolas indígenas tradicionais, as autoridades disseram que ele permaneceria sob sua custódia por mais um ano e, como castigo, ele deve realizar o trabalho agrícola em uma fazenda localizada na cidade de Piendamo, a quatro horas de distância de sua casa.

Jaime expressou que sua libertação lhe trouxe grande alegria, mas o fato de ser obrigado a trabalhar para as autoridades indígenas o aflige. Elas não permitem que o valor recebido por seu trabalho seja para sustentar sua esposa e filhos. Jaime então exigiu que as autoridades respeitassem as políticas indígenas normais e fornecessem alimentos e educação para sua família (direitos que lhes são negados por serem cristãos).

De acordo com informações obtidas pela Portas Abertas por meio de seu filho mais velho, Ferney, as autoridades indígenas apenas libertaram Jaime para evitar pressões do Ministério Público. Cristãos afirmam que Jaime foi preso injustamente, sem julgamento ou qualquer prova de que ele cometeu algum ato que justificasse sua prisão. Centenas de queixas foram apresentadas pelos indígenas Cauca que, há anos, compartilham evidências de abusos que têm experimentado por parte das autoridades.

Pedidos de oração

  • Ore pelo bem-estar de Jaime e sua família; embora ele esteja contente por sua libertação, a incerteza do que pode acontecer no futuro o preocupa.
  • Peça para que o Senhor lhe dê a paz que excede todo o entendimento, para que sua fé seja fortalecida.
  • Clame também pela provisão e o sustento da família de Jaime.
  • Interceda pelos cristãos que têm apresentado as violações dos direitos humanos cometidas pelas autoridades indígenas a instâncias governamentais.
  • Lembre-se de interceder pelos líderes indígenas, para que eles encontrem o verdadeiro evangelho em Jesus e se arrependam de seus atos.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||