Tempos difíceis para cristãos após a eleição de 29 de março

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

05 de março de 2015.

 

No dia 16 de fevereiro, a Rádio Livre Europeia falou sobre as eleições que acontecerão no Uzbequistão no próximo dia 29 de março. As pesquisas apontam que, apesar de existirem quatro candidatos, o presidente atual, Islam Karimov, será o vencedor. Mas o cristão uzbeque tem um grande problema pela frente, além de lidar com problemas sociais e de segurança já existentes no país. Milhares de jihadistas uzbeques voltarão para casa, após lutarem com o Estado Islâmico.

 

De acordo com o relatório internacional do grupo Crisis, o número de uzbeques na Síria pode exceder 2.500 pessoas, tornando o país com o maior número de pessoas dentro do grupo do Estado Islâmico. “O Uzbequistão é conhecido por sua falta de jeito ao lidar com seus problemas.", afirma o relatório, que também expõe que o cristão no país também suporta vários problemas com o regime ditatorial.

 

As muitas restrições na legislação, os ataques às igrejas, confisco de material, prisão ou multas para os cristãos (citando somente alguns dos problemas que cristãos enfrentam no Uzbequistão) muito provavelmente continuarão a oprimir os cristãos. Todos sabem que o Estado Islâmico deu aos cristãos a chance de conversão ou então a morte.

 

Muçulmanos convertidos não têm sequer a chance de escolha. A existência da perseguição devido a ditadura vigente, que continuará com a reeleição de Karimov; o problema do Afeganistão, responsável pela segurança do Uzbequistão – principalmente na região de fronteira; e o retorno dos jihadistas, reforçará a perseguição aos cristãos nesse país.

 

O Uzbequistão ocupa a 15ª posição na Classificação da Perseguição Religiosa e um dos grandes desafios para a liderança cristão do país é discipular e ensinar a Palavra de Deus, uma vez que a importação e produção de material cristão é totalmente proibido, passível de multa e prisão.

 

Pedidos de oração: 
• Ore para que as eleições aconteçam em um clima de paz e que igrejas e cristãos não sejam alvo de ataques de grupos extremistas islâmicos nesse dia; 
• Clame a Deus pelo cristão uzbeque, para que ele persevere na fé em Jesus, apesar da perseguição;
• Peça ao Senhor por sabedoria e criatividade aos líderes cristãos, que eles possam pregar, ensinar a Palavra e discipular novos convertidos, apesar da falta de material e Bíblia.

Fonte: Portas Abertas.

 

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||