Tajiquistão: Jovens não podem mais participar de atividades religiosas

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

30 de outubro de 2016.

 

O foco do governo contra a participação dos jovens em trabalhos realizados pelas igrejas prejudicou bastante os acampamentos de verão, que ofereciam atividades tradicionais durante o período de férias

Recentemente, o Fórum 18 (Organização Norueguesa de Direitos Humanos que promove a liberdade religiosa) publicou que o Tajiquistão aumentou seu controle sobre as igrejas no país. A lei de 2009, que proibia que menores de 18 anos participassem que qualquer atividade religiosa está de volta. Dezenove madrassas (escolas islâmicas que facilitam o estudo e a memorização do alcorão) para jovens entre 16 e 18 anos foram fechadas desde que a lei entrou em vigor.

Essas madrassas funcionavam com a aprovação do Estado, mas ficaram conhecidas como escolas para “formação de extremistas”. Algumas permaneceram abertas até 2013. Agora, a legislação tornou-se mais restritiva e os cristãos também estão experimentando a mudança do clima. “O foco do governo contra a participação dos jovens em trabalhos realizados pelas igrejas prejudicou bastante os acampamentos de verão, que ofereciam atividades tradicionais durante o período de férias”, comenta um dos colaboradores da Portas Abertas.

Se os acampamentos forem feitos abertamente correm o risco de serem invadidos pela polícia. O Tajiquistão que em 2015 ocupava o 45º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa, hoje ocupa o 31º. É notável que todo tipo de liberdade está comprometida no país, desde os meios de comunicação até a religião. As autoridades estão controlando todas as práticas religiosas, seja do islã ou do cristianismo, que são as religiões predominantes na nação. 

Pedidos de oração

Ore pelos cristãos tajiques que podem enfrentar um período ainda mais intenso de restrições.

Interceda especialmente pelos jovens que foram proibidos de participar de atividades religiosas; muitos convertidos já frequentavam os acampamentos de verão regularmente.

Ore também pela liderança da igreja que vai continuar com suas atividades, mas de forma clandestina; que eles sejam protegidos pelo Espírito Santo em tudo o que fizerem.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||