Sudão: Crianças são forçadas a fazer orações muçulmanas por comida

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

29 de setembro de 2017.

 

Nos campos de refugiados, quem não faz as orações muçulmanas não come

Nos campos de refugiados no Sudão, as crianças cristãs são obrigadas a fazer as orações muçulmanas para receber comida. De acordo com relatório da Ajuda para a Igreja em Necessidade publicado no início do mês, a prática é comum.

Yonas Dembele, analista de perseguição da Portas Abertas, diz que no Sudão a perseguição aos cristãos é sancionada pelo governo de várias formas. “Moralmente, forçar crianças a recitar orações para receber alimento é desumano”, afirma ele. Do ponto de vista dos direitos humanos internacionais, isso viola diretamente a liberdade de religião e a obrigação que a convenção de refugiados impõe aos estados.

O relator especial de Liberdade de Religião e Crença da ONU reforçou que os grupos mais vulneráveis, como refugiados, devem ser protegidos de toda forma de discriminação por sua fé. O Sudão é um dos dois países designados como “país de preocupação especial” pelo Departamento de Estado dos Estados Unidos.

Pedidos de oração

  • Interceda pelas crianças cristãs nos campos de refugiados. Que Deus as guarde e transforme essa situação.
  • Ore para que o governo aja de acordo com os direitos humanos e com a liberdade de religião.
  • Peça para que os cristãos perseguidos sejam fortalecidos no Senhor.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||