Senegal pode entrar para lista de países que perseguem cristãos

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de dezembro de 2015.

De acordo com informações da BBC News, as autoridades do Senegal têm planos para proibir as mulheres de usarem o véu islâmico que cobre o rosto todo, por conta das crescentes ameaças jihadistas no país. No mês passado, sete pessoas foram presas porque policiais suspeitaram que estavam envolvidas com grupos extremistas.

Segundo os relatórios da Portas Abertas: "O Senegal pode fazer parte da Classificação da Perseguição Religiosa do próximo ano, por conta do número crescente de relatos de abusos sociais e de discriminação com base na filiação religiosa, o que afeta demais os cristãos".

Apesar da cultura de tolerância religiosa e coexistência pacífica entre as várias religiões, no país, o extremismo islâmico aumenta a cada dia. "O fato de que o governo esteja combatendo o jihadismo, com a proibição de véus, é uma iniciativa interessante que pode até ajudar a prevenir os ataques suicidas, mas não vai interferir em nada no crescimento das raízes do islamismo no país e muito menos proteger os cristãos", conclui um analista de perseguição.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||