Seja um com os cristãos perseguidos da Índia na Páscoa

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

20 de abril de 2019.

Para nossos irmãos indianos, assim como para os sírios (sobre os quais falamos ontem), a Páscoa também é um período de apreensão. Ataques violentos são esperados enquanto cristãos se reúnem para se identificarem com a morte e ressurreição do Senhor Jesus. Para que nossos irmãos sejam capazes de orar como Jesus no Getsêmani, eles precisam de nossas orações para fortalecê-los. Que mesmo diante de dor e injustiças, eles possam dizer como Jesus: “Não seja como eu quero, mas sim como tu queres”.

Durante a semana da Páscoa de 2018, vários incidentes foram registrados na Índia. O pastor Sundar Singhfoi foi atacado do lado de fora de sua igreja na cidade de Dharmapuri, em Tamil Nadu, estado no sul do país. Ele dirigia o culto de oração quando um grupo de homens e mulheres começou a vandalizar as motocicletas do lado de fora da igreja. Quando o pastor saiu para ver o que estava acontecendo, o grupo jogou pedras nele. Sundar ficou ferido e teve que ser levado ao hospital. Posteriormente, os agressores deram queixa dele à polícia, acusando-o de “mal comportamento” em relação às mulheres.

A 170 Km de Dharmapuri, no vilarejo de Maradur, outra igreja foi atacada no domingo de Páscoa do ano passado. A organização Persecution Relief, com base na Índia, relatou que um grupo de mais de 40 pessoas invadiu uma igreja durante o culto e começou a atacar os fiéis, inclusive o pastor. Quando a polícia chegou, não fez nada para deter o ataque. É devido ao aumento no número de ataques violentos como estes que a Índia subiu para a 10ª posição na Lista Mundial da Perseguição 2019 e precisa tanto de seu envolvimento e orações.

Seja um com eles nesta Páscoa
Nesta Páscoa, ore de forma especial para que Deus guarde e sustente a Igreja Perseguida da Índia. Outra forma prática de demonstrar seu amor aos nossos irmãos é doando um dia de trabalho para os projetos da Portas Abertas de apoio aos cristãos perseguidos. Aceite o desafio e mostre a eles que não estão sozinhos. As doações para esta campanha, em abril, serão presenteadas com uma pulseira da Portas Abertas.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||