Seis cristãos são presos na China

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

24 de janeiro de 2018.

O tribunal da cidade de Lincang, província de Yunnan, na China, enviou seis cristãos para a prisão semana passada por supostamente fazerem parte de um “culto do mal”. O veredito vem como parte da repressão aos cultos, conforme o Partido Comunista no poder continua sua campanha nacional para restringir igrejas sem registro até que o novo regulamento religioso entre em vigor na próxima semana, a partir de 1 de fevereiro.

Os seis homens e mulheres cristãos, que pertencem a igrejas não-registradas, receberam penas longas, de até 13 anos. Eles foram acusados de fazer parte de uma seita chamada “Os três graus de servos” e de usarem um “culto do mal para minar a lei”, disse o advogado deles, Xiao Yunyang, à rádio Free Asia. Os cristãos negaram todas as acusações. Mas o advogado deles disse que “os juízes não deram nenhuma atenção ao argumento de que nenhum ato ilegal havia sido cometido e de que nenhum dano foi causado à sociedade”. O advogado foi notificado de que sua licença será revista para checar se ele estava defendendo seus clientes “ilegalmente”.

De acordo com a organização Release International, desde 2016 “o governo tem usado sua campanha como um pretexto para deter cerca de 200 cristãos em Yunnan; alguns dos quais já foram condenados enquanto outros aguardam julgamento”. Uma fonte local disse que geralmente o governo dá longas penas de prisão somente por motivos religiosos, até mesmo em uma área delicada como Xinjiang (região autônoma uigur).

Pedidos de oração:

  • Ore pelos seis cristãos perseguidos que foram condenados, para que encontrem paz e segurança no Senhor.
  • Interceda por toda a Igreja Perseguida na China, para que permaneça firme e em sabedoria diante da pressão que enfrenta.
  • Clame pelo advogado Xiao Yunyang. Que ele não perca sua licença e seja um canal da justiça de Deus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||