Seguir a Jesus é uma escolha perigosa no Irã

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de janeiro de 2019.

No Irã, ser um cristão é um ato perigoso. O regime iraniano declara o país um estado islâmico xiita e está constantemente expandindo essa influência. Os radicais que apoiam o regime se opõem veementemente ao cristianismo e criam diversos problemas para os cristãos, principalmente os convertidos do islamismo. Há espiões esperando pelo momento em que se tornam cristãos e a polícia sempre está engajada em vigiar qualquer um suspeito de atividade cristã – grampeando celulares, instalando câmeras de segurança e seguindo pelas ruas.

Esther* cresceu em uma família muçulmana, mas seu irmão, após ouvir o evangelho de um lojista, se tornou cristão. Quando ele compartilhou as boas notícias com Esther, ela decidiu entregar a vida para Jesus também. Mas no Irã, é ilegal se converter do islamismo para o cristianismo e, no momento em que ela disse sim para Jesus, também disse sim para uma vida difícil. Pouco depois de começar a seguir a Jesus, ela se uniu a uma pequena comunidade de cristãos secretos que começaram uma igreja. Esther ajudava a discipular uma mulher iraniana e trabalhar com crianças pequenas.

“Todo o tempo, temos que ser secretos e tomar cuidado sobre nossa fé”, ela disse. “Nós não podemos ir a uma igreja, então apenas nos encontramos em casas. Nós louvamos e adoramos em volume baixo para que os vizinhos não ouçam nossa adoração ou escutem os sons de nossa igreja doméstica”.

O governo iraniano controla todos os aspectos da vida pública, além disso, os casamentos devem ser feitos por uma autoridade islâmica. Esther e, na época, seu futuro marido mantiveram a fé escondida do governo, então puderam se casar. “Foi tão difícil. Nós tivemos que manter nossa fé escondida ou mais problemas provavelmente viriam”, disse Esther. Mais tarde tiveram um bebê juntos – um menino.

Mas no Irã, é difícil manter a fé escondida do governo por muito tempo. A polícia secreta sempre se infiltra em comunidade cristãs fingindo ser novos convertidos, entrando em igrejas domésticas e prendendo toda a congregação. (Essa história continua)

*Nome alterado por segurança.

Pedidos de oração

  • Ore pela vida de Esther, que ela possa ter sabedoria para guardar a sua fé mesmo em meio à perseguição.
  • Apresente a igreja iraniana, para que estejam firmados em Cristo.
  • Interceda pelas autoridades do governo, que elas possam proporcionar uma abertura quanto à religião.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||