Revista encoraja cristãos perseguidos em Bangladesh

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

02 de novembro de 2014.

 

Essa revista chama-se Ômega e a Portas Abertas a publica com o apoio de uma organização local parceira. O editor-chefe da revista, Shamul Alam Polash, é um ex-muçulmano. Ele conhece os riscos de distribuir literatura cristã para outras pessoas que, assim como ele, abandonaram o islã para se tornarem cristãs.

Portas Abertas: Como você conheceu Jesus em meio ao ambiente muçulmano?
Shamsul
: Eu nasci em uma família muçulmana. Em 1978, uma missionária americana veio para a nossa cidade e compartilhou as boas-novas comigo. A partir da minha conversão, eu me envolvi com a tradução da Bíblia, continuei meus estudos enquanto trabalhava e finalmente conclui meu mestrado em teologia. 


Você é parte dos criadores da Ômega. Como você teve a ideia de produzir uma revista cristã para os perseguidos?
Há muitos ex-muçulmanos em Bangladesh que escrevem bem e que podem transmitir ensinamentos bíblicos para seus companheiros. Nós pensamos que a revista poderia ser uma grande oportunidade para que eles usem esse dom a fim de se conectarem uns com os outros. 

Qual é a tiragem da revista Ômega?
Nós temos 1.700 leitores registrados. Mil recebem a revista mensalmente pelo correio e setecentos recebem cópias por e-mail. Ômega tem crescido e passou a ter um público de maioria ex-muçulmana, homens, mulheres, jovens e crianças de diversos níveis escolares. Nesse sentido, nós não podemos esquecer que nosso conteúdo deve servir a todos esses grupos.  


Como a Ômega apoia ex-muçulmanos como você?
A revista Ômega não publica artigos que promovam negativamente pensamentos ou impressões de outras religiões, pois a maior parte dos nossos leitores são convertidos do islamismo. Geralmente, eles pertencem a grupos muito fechados, comunidades não cristãs e, quando seus vizinhos descobrem material publicado divulgando impressões negativas de outras religiões, eles podem usar o conteúdo da revista contra nossos irmãos e irmãs. Ômega alcançou os cantos mais distantes de Bangladesh e por isso, somos muito cuidadosos em não provocar a perseguição.  


A revista tem uma cobertura regular do material da Portas Abertas Permanecendo firme através da tempestade, com cada edição focando em um tópico. Os assuntos abordados ajudam os ex-muçulmanos a se prepararem para a perseguição. A revista também inclui partes da Escritura. É possível dizer que a Ômega é um jornal de teologia e que pode até mesmo apoiar pastores locais a prepararem seus sermões. 

Algum cristão já enfrentou dificuldades por possuir um exemplar da revistaÔmega
Sim, cristãos secretos já me chamaram e pediram para que eu não enviasse mais a revista para eles, pois tinham receio de ser descobertos. Em função de seus pedidos, já paramos de fornecer a revista para cinco ou seis cristãos. Valorizamos a segurança dos nossos irmãos. 


Como podemos orar por vocês?
Somos muito gratos ao Senhor pela parceria com a Portas Abertas. Desde o início, a Portas Abertas tem estado ali, apoiando esse projeto. Somos gratos não só pela ajuda financeira, porém muito mais pelo material de estudo que é fornecido regularmente. Eles trazem encorajamento aos leitores. Por favor, orem para que possamos continuar com a Ômega e para que nossos escritores tenham comunhão uns com os outros. Orem para que o Senhor continue me dando saúde para que eu possa servi-lo até meu último suspiro.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||