"Saio sabendo que sou alvo", diz pastor no Quênia

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de abril de 2015.

"Acordo e durmo rodos os dias sabendo que sou um alvo. Saio às ruas sabendo que sou um alvo. Mas me recuso a ser refém de minha fé em Cristo." A declaração foi dada pelo pastor Josiah à rádio BandNews FM, que mora em Garissi, cidade do Quênia palco dos ataques que mataram 147 pessoas em uma universidade.

Neste momento, a cidade passa por um toque de recolher. 

O grupo militantes somali Al Shabaab, que tem ligação com a Al Qaeda, assumiu a autoria do atentado. O crime aconteceu antes do amanhecer desta quinta-feira. Eles fizeram estudantes cristãos como reféns e enfrentaram as forças de segurança por várias horas. 

Josiah já perdeu vários amigos e familiares na guerra civil que assola o Quênia. 

Já o comerciante Rashid é muçulmano e diz que a convivência entre as religiões é pacífica: "não existem rachas entre quem acredita em Cristo e quem acredita em Maomé. Esses terroristas se dizem muçulmanos, mas não são, porque o Alcorão diz que matar é pecado."

Fonte: Band.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||