Petição por Raymond Koh é entregue à embaixada da Malásia

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de outubro de 2018.

Na manhã desta quarta-feira (3), a Portas Abertas esteve na embaixada da Malásia em Brasília para entregar a petição assinada por mais de 14 mil pessoas. O intuito da petição é pedir que o governo malaio reforce as investigações sobre o sequestro do pastor Raymond Koh, em fevereiro de 2017. Além dele, Amri Che Mat, Joshua Hilmy e a esposa, Ruth Sitepu também estão desaparecidos.

O secretário-geral da Portas Abertas, Marco Cruz, foi recebido pela primeira-secretária da Malásia, Norliyana Alias, que também assinou a petição, ouviu as exigências e questionou sobre a perseguição aos cristãos em seu país. Ao conhecer essa realidade, após assistir ao vídeo do sequestro do pastor Koh, a primeira-secretária se comprometeu a comunicar a petição às autoridades do seu país e acompanhar o caso para que seja resolvido.  

Marco Cruz também explicou o que ocorre em comunidades mais afastadas da capital e como os cristãos ex-muçulmanos enfrentam perseguição, realidade que ela desconhecia. Norliyana também conheceu o trabalho global da Portas Abertas e como a organização atua nos países em que servir a Cristo pode custar a vida.  

A oportunidade de entregar a petição à embaixada da Malásia no Brasil abre um precedente que impulsiona a Portas Abertas a organizar outras ações de apoio a cristãos presos, desaparecidos e que tenham sua liberdade limitada por qualquer outro motivo. Das 14.181 assinaturas, 12.179 foram do Brasil e 2.002 de outros 17 países da América Latina, entre eles Chile, México e Colômbia.

Pedidos de Oração

  • Continue orando para que as autoridades da Malásia reforcem as investigações pelo pastor Raymond Koh e demais desaparecidos.
  • Ore pelas esposas e filhos dos sequestrados.
  • Clame a Deus para que a petição brasileira chegue às mãos e conhecimento das autoridades malaias e que a embaixada da Malásia no Brasil cumpra o compromisso assumido durante o encontro com a Portas Abertas.
  • Ore para que o pastor Koh e os outros voltem para casa com saúde.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||