Paquistão: Líder cristão é torturado até a morte

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

22 de março de 2016.

 

O incidente causou uma grande revolta entre cristãos e muçulmanos, a notícia se espalhou e um protesto foi feito contra a polícia

De acordo com os relatórios da Portas Abertas, vários incidentes isolados têm ocorrido no Paquistão, tendo como alvo os cristãos. Nem sempre os autores fazem parte do Estado Islâmico, os relatórios mostram que os próprios paquistaneses estão realizando os ataques. “As minorias religiosas estão enfrentando uma grande discriminação e a violência aumenta a cada dia”, comenta um dos analistas de perseguição.

Além disso, segundo o analista, há relatos de que um cristão chamado Liaqat Masih, da cidade de Gujranwala, que fica na província de Punjab, tenha sido torturado até a morte por policiais locais. “Ele estava preso por uma falsa acusação de roubo, o que é muito comum de acontecer aqui no Paquistão. A tortura tinha como objetivo fazê-lo confessar o suposto roubo, na frente do próprio filho. É lamentável saber de episódios como este”, diz o analista. O cristão era líder em uma igreja local e era muito querido por todos. A família está traumatizada. “Isto aconteceu porque nós somos cristãos e nesse país, os cristãos não tem valor algum. Nós somos cuidadosos, não nos envolvemos em conversas religiosas em local de trabalho e nunca falamos sobre a nossa fé. E mesmo assim, fizeram isso com Liaqat”, disse um dos membros da família.

O corpo do líder foi entregue aos familiares que confirmaram as marcas visíveis de tortura física. O incidente causou uma grande revolta entre cristãos e muçulmanos, a notícia se espalhou e um protesto foi feito contra a polícia, bloqueando inclusive a estrada principal da cidade. “Não posso nem imaginar se meu filho me visse sendo torturado até a morte, isso foi muito desumano. A polícia precisa saber que nós não estamos de acordo com estas práticas. Nós não podemos trazer Liaqat de volta, mas podemos evitar que isto aconteça novamente”, lamenta um dos cristãos que participou do protesto. O Paquistão está entre os 10 países que mais perseguem cristãos no mundo, ocupado o 6º lugar na Classificação da Perseguição Religiosa de 2016. Mesmo participando desse cenário tão complicado, os cristãos paquistaneses permanecem firmes em sua fé. Lembre-se deles em suas orações.

Pedidos de oração

  • Ore pelos familiares do pastor Liaqat Masih, para que sejam consolados, em especial pelo seu filho que assistiu à sua tortura e morte.
  • Peça ao Senhor para proteger os cristãos dos ataques, se possível, mas que eles sejam fortes e corajosos para enfrentar a realidade de seu país, aconteça o que acontecer.
  • Ore também para que os líderes cristãos sejam cada vez mais estratégicos e que Deus os livre das ciladas. E peça para que os agressores sejam tocados pelo amor de Cristo em seus corações.

Fonte: Portas Abertas.

 

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||