Ore pelos irmãos iranianos

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

31 de março de 2017.

 

A decisão final sobre seu caso aconteceu só em dezembro de 2016; vários pedidos de licença especial foram feitos para Firouzi, durante sua prisão, mas sempre foram recusados

Ebrahim Firouzi é mais um cristão iraniano condenado à prisão por ser um seguidor de Cristo. Em 2013, ele foi condenado a 5 anos, permanecendo 1 ano na prisão iraniana de Rajai Shahr (oficialmente conhecida como Prisão de Gohar Dasht), que fica no Teerã, periferia do norte de Karaj, onde também ficam os presos políticos e prisioneiros de consciência. Há relatos de muitos incidentes que ocorrem nessa prisão, como torturas abusivas e assassinatos. Muitos prisioneiros de lá são privados de assistência médica, mesmo em casos de extrema urgência.

Depois ele foi exilado para Sarbaz, um município privado que fica em Sistão-Baluchistão, uma das trinta províncias do Irã, localizada na fronteira com o Paquistão e o Afeganistão. Firouzi está entre criminosos potencialmente perigosos. Ele já havia passado 10 meses na prisão por uma acusação anterior. A decisão final sobre seu caso aconteceu só em dezembro de 2016. Vários pedidos de licença especial foram feitos para ele, durante sua prisão, mas sempre foram recusados.

No passado ele pediu permissão para ver a mãe, que teve câncer, e cuja saúde precária a deixou incapaz de visitar o filho na prisão. Em julho de 2016, ela enviou uma mensagem de vídeo aos funcionários do tribunal dizendo que acreditava que o estresse por não poder vê-lo era a principal causa de seu câncer. Seu filho foi acusado de "promover o sionismo cristão", tentando lançar um site e administrar serviços relacionados à igreja on-line. Atualmente, ele permanece preso e tem acesso a um telefone celular.

Pedidos de oração

    • Ore pelo nosso irmão Ebrahim Firouzi, para que permaneça firme em sua fé e, se possível, que Deus possa livrá-lo da prisão antes de cumprir a sentença.
    • Peça por misericórdia a ele e aos demais presos no Irã, que são fiéis a Cristo e não negaram seu nome.
    • Ore pela igreja no Irã, para que continue crescendo e testemunhando sobre o amor de Deus. Que eles possam pregar a palavra, em tempo e fora de tempo.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||