Nigéria: Violência contra cristãos se espalha pelo país

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

02 de maio de 2017.

 

Durante um discurso em um funeral, líder cristão aponta para o crescimento da violência e faz um alerta sobre as atuações do governo

Um dos líderes cristãos nigerianos atribuiu às autoridades do país a suspeita de fornecimento de armas a uma rede extremista islâmica, que ele afirma ter se infiltrado no governo federal e estadual. O líder que atua no Estado de Kaduna, disse que o governo praticamente não fez nada para deter a violência de pastores fulani (fazendeiros nômades muçulmanos) contra cristãos e outras minorias religiosas que, ao longo do último ano, matou cerca de mil pessoas inocentes.

Só no último incidente, ocorrido no dia 15 de abril, 12 fiéis perderam suas vidas durante uma vigília que fazia parte das comemorações de Páscoa. O ataque, aparentemente, foi realizado por pastores fulani que, de acordo com informações locais, formam uma organização que é ligada ao grupo Boko Haram. Até agora não houve nenhuma prisão.

"Os ataques são feitos com armas usadas nas operações islâmicas e elas são sofisticadas. É possível que parentes desses militantes, que trabalham para o governo, estejam fornecendo o armamento para eles", comenta o líder. Além disso, ele explica que os fulanis, atualmente, são responsáveis pela alfândega, imigração e pelo Ministério de Assuntos Internos da Nigéria. "Dessa forma eles facilitam a chegada de armas perigosas sem que ninguém saiba e não há quem evite isso", diz.

O discurso foi dado durante uma pregação durante o funeral de algumas vítimas do último incidente citado. Sobre os cristãos que morreram e os deslocados na Nigéria, ele disse o seguinte: "É exatamente isso o que os jihadistas fulani estão fazendo hoje, no sul de Kaduna, na região do Cinturão Médio, e agora estão se espalhando também no sudeste e sudoeste da Nigéria", conclui.

Pedidos de oração

    • Ore pela vida e pela segurança do líder cristão que está atribuindo ao governo a responsabilidade sobre o aumento de crimes contra cristãos.
    • Interceda pela igreja na Nigéria e que os fiéis sejam revestidos de força e coragem para enfrentar os ataques sobre eles.
  • Ore também pelos perseguidores de todas as organizações extremistas no país, que eles sejam tocados pelo amor de Cristo e encontrem oportunidade de converter seus caminhos para o bem.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||