Nigéria: Cristão é violentado por não jejuar no Ramadã

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

30 de junho de 2016.

 

“...eles questionaram se eu era muçulmano ou infiel, então eu disse a eles que era um cristão”

A Nigéria está posicionada em 12º lugar na atual Classificação da Perseguição Religiosa, no topo da lista dos países que mais hostilizam o cristianismo. Durante o Ramadã, a violência contra os cristãos continua, embora essa seja uma época em que os muçulmanos declaram como um período de oração, jejum, reflexão sobre suas atitudes e a prática mais intensa da caridade. Mas relatos mostram que na pratica, muitos muçulmanos que compartilham da ideologia extremista da religião agem de forma diferente.

Emmanuel Francis, de 41 anos de idade, foi vítima de um grupo de jovens muçulmanos, logo no início das comemorações do Ramadã. Ele efetuava uma compra numa madeireira e enquanto aguardava os funcionários embalarem seus produtos decidiu ir almoçar num restaurante próximo, em Kakuri, um subúrbio de Kaduna, na Nigéria. “Quando me sentei para comer, seis jovens muçulmanos se aproximaram e perguntaram por que eu não estava de jejum. Eu não queria responder, mas eles questionaram se eu era muçulmano ou infiel, então eu disse a eles que era um cristão”, conta ele. Na mesma hora os jovens o espancaram, um deles usou uma faca, deixando o cristão gravemente ferido em várias partes do corpo, inclusive no pescoço. 

“Muitos vieram rapidamente me socorrer, mas também muitos ficaram de longe, só olhando”, disse ele. Emmanuel foi levado ao hospital, onde foi visitado por um dos colaboradores da Portas Abertas que o encorajou a seguir em frente com sua fé, apesar do incidente e também o ajudou a cobrir as despesas médicas. “Eu sou muito grato por essa visita, pelo amor cristão, pela ajuda e, principalmente, pela palavra que renovou minha fé para seguir em frente com Jesus. É bom quando encontramos algum irmão para nos amparar nas horas difíceis. Que o Senhor continue abençoando esse ministério que tem apoiado os cristãos perseguidos aqui na Nigéria”, conclui.

Motivos de oração
● Agradeça a Deus por poupar a vida do nosso irmão Emmanuel e ore pela sua breve recuperação.
● Peça ao Senhor para cuidar do coração dele e que assim não haja ressentimentos pelos seus perseguidores.
● Ore para que o amor de Cristo alcance também os corações desses jovens e que eles tenham a mente aberta para conhecer o Deus de amor de verdade.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||