Nigéria: Ataques a cristãos se estendem por todo o país

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de janeiro de 2018.

No último dia 3, publicamos sobre a morte de 16 cristãos, que foram assassinados ao sair de culto da virada do Ano Novo. No entanto, os ataques a cristãos durante as festas de fim de ano não se resumiram a esse incidente. Muitos outros foram registrados, tanto nos estados do Cinturão Médio (como Benue e Kaduna) – que é o epicentro dos ataques de pastores de cabras fulanis –, como em estados tipicamente pacíficos, como Rivers, no sul do país, que é predominantemente cristão.

Na capital do estado de Kwara, Ilorin, 4 igrejas foram atacadas por grupos de jovens durante o culto de véspera de Ano Novo. De acordo com a Associação Cristã da Nigéria (CAN), algumas mulheres foram violentadas quando voltavam para casa após o culto. A Associação também disse que os agressores destruíram igrejas, veículos e objetos religiosos, e também roubaram celulares, bolsas e artigos de valor.

Entre os dias 31 de dezembro e 1 de janeiro, cerca de 50 pessoas perderam a vida e muitas ficaram feridas em um ataque de pastores de cabras fulanis a 5 comunidades no estado de Benue. Agressores armados atacaram as aldeias enquanto os moradores estavam na igreja, e também queimaram um veículo de patrulha, de acordo com o jornal local The Nigerian Guardian. O governador do estado, Samuel Ortom, visitou as vítimas no dia de Ano Novo e condenou a violência, dizendo: “Você consegue imaginar crianças inocentes e mulheres sendo mortas e tendo suas partes íntimas removidas? Pessoas foram abatidas como animais”.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||