Níger: Cristãos continuam sofrendo com ataques contínuos

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

18 de maio de 2016.

 

A liderança política não se preocupa muito com a situação das minorias religiosas já que o governo professa a fé islâmica

Níger (49º país na atual Classificação da Perseguição Religiosa) é um dos países da África Ocidental onde os cristãos enfrentam forte perseguição. Sua localização faz fronteira com a Argélia (37º) e a Líbia (10º). A liderança política não se preocupa muito com a situação das minorias religiosas já que o governo professa a fé islâmica. Nos últimos meses, houve um aumento acelerado do extremismo no país, principalmente através da violência do Boko Haram que tem sido forçado a sair da Nigéria, e seus militantes estão se espalhando pelo Chade, Camarões e Níger.

De acordo com relatórios da agência de notícias Reuters, o presidente Mahamadou Issoufou, que havia prometido lutar contra os grupos jihadistas na região, como uma de suas maiores prioridades, não cumpriu com a promessa. Depois de ser reeleito, ele priorizou o desenvolvimento socioeconômico. "Infelizmente, Mahamadou está focado na prioridade errada. O aumento de militantes jihadistas vai levar o país ao subdesenvolvimento socioeconômico. Não adianta lutar por uma causa sem antes combater o problema que é a raiz de todos os demais problemas. O país precisa de estabilidade no momento", comenta um dos analistas de perseguição.

Enquanto isso, os cristãos continuam sofrendo com ataques contínuos e as forças de segurança do país já perderam o controle, ficando impossibilitadas de defender todas as regiões nigerenses. A maioria daqueles que se decidem pelo cristianismo enfrentam a morte e os que sobrevivem são apontados como infiéis pela sociedade, sendo rejeitados até mesmo pelos seus familiares e amigos. Lembrando que o Níger é uma das nações que foram inseridas recentemente na Classificação da Perseguição Religiosa, onde a violência anticristã já chegou arrasando igrejas, principalmente depois do atentado terrorista ao jornal satírico francês, Charlie Hebdo, em Paris, que gerou sérias consequências nos países onde a fé islâmica predomina. Em suas orações, interceda pelos nossos irmãos nigerenses.

 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||