Nepal é pressionado a respeitar os direitos dos cristãos

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

04 de dezembro de 2014.

 

A organização Christian Solidarity Worldwide (CSW) solicitou à Assembleia Constituinte do Nepal que seguisse as recomendações do presidente da Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH), Anup Raj Sharma, o qual disse em declarações publicadas que "o Estado deve ser laico e garantir os direitos das minorias", incluindo os cristãos, "protegendo-os da maioria hindu".

A CNDH também se comprometeu a defender a liberdade de consciência, dizendo que "cada cidadão tem o direito de escolher a sua fé." A Federação Nacional Cristã já havia solicitado que o governo garanta a liberdade de consciência para todas as minorias religiosas do Nepal.

No entanto, nem todos concordam. "Nos últimos meses tem havido apelos de líderes políticos nepaleses proeminentes para uma proibição constitucional de todas as conversões de uma religião para outra. A nova e poderosa aliança que inclui muitos membros do partido de maioria no Congresso tem tentado levar o Nepal de volta ao seu antigo status de Estado hindu”, disse a CSW em um comunicado no dia 20 de novembro. 

O chefe executivo da CSW, Mervyn Thomas, acrescentou que isso exigiria uma Constituição bem formulada. "É vital que a recomendação do Sr. Sharma seja refletida na formulação exata das cláusulas constitucionais que tratam de assuntos religiosos."

Thomas disse que a CSW, que acompanha de perto a situação, pediu ao governo e membros da Assembleia Constituinte "que garantam que a proibição de conversões para outras religiões não sejam levadas em frente.”

Fonte: Portas Abertas.

 

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||