Mulheres encontram e compartilham o amor de Jesus

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de janeiro de 2019.

A Portas Abertas participou de um encontro secreto de mulheres em uma grande cidade de um país da Ásia Central. Elas eram recebidas na reunião pela líder do grupo, Anastasia*, que com um caloroso sorriso, dizia a cada uma que chegava: “Bem-vinda, irmã”. Apesar de serem bem-vindas à reunião, ninguém pode saber que elas estão ali. Mesmo assim, elas vêm com alegria, pois têm apenas um objetivo: crescer em Cristo juntas.

Uma das participantes é Maria*, cristã ex-muçulmana que segue a Cristo há muitos anos. A primeira igreja da qual fazia parte foi fechada quando seus pais descobriram que ela estava indo lá e denunciaram a igreja à polícia. Então ela achou este grupo on-line e hoje testemunha: “Eu fico tão feliz por Deus ter me dado Alina* para me ajudar a estudar a Bíblia em um nível mais profundo. E agradeço a Deus por este grupo para estudarmos juntas”. Os pais de Maria ainda usam de ameaças para convencê-la a se reconverter ao islamismo. O marido a deixou por causa da sua fé. Mas quando perguntamos por que ela ainda acredita, ela começa a rir e diz: “Porque Deus me salvou! Ele está sempre comigo, me abraça e vai à minha frente”.

Com menos de 20 anos, Jamila* é uma das mais jovens do grupo, mas a dor que carrega é mais do que muitos terão em toda a vida. Ela compartilha que teve um casamento arranjado aos 16 anos e seu marido a tratava muito mal e batia nela regularmente – o que a levou a fugir. Somente alguns meses atrás ela conheceu Jesus e está aprendendo sobre o verdadeiro amor que ele dá.

Como a maioria das mulheres reunidas são de famílias muçulmanas, têm que manter a fé em segredo em casa e orar em silêncio. Somente na reunião podem louvar a Deus o mais alto que querem. Após o louvor, vem o tempo de estudo bíblico. O tema do dia é mulheres da Bíblia. Neste lugar, depois da reunião, as mulheres compartilham comida e também suas vidas. E elas sorriem, porque o amor de Jesus brilha mais forte do que os lugares escuros para os quais elas terão que voltar.

*Nomes alterados por segurança.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||