Mianmar: Um Deus bom e generoso

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

18 de agosto de 2017.

 

Mãe e filho descobrem o amor e a graça do Senhor por meio dos irmãos na fé que conheceram

Lau Nu*, de 73 anos, é uma viúva que vive em um lugar muito modesto com seu filho de meia idade. Eles moram em uma região onde a maioria das pessoas se sustenta criando cabras, mas não é o caso deles. Ela trabalha lavando e passando roupa para uma família. Eles conheceram o pastor Aung*, que costumava visitar a senhora e o filho para orar com eles. Ele também aproveitava a oportunidade para convidá-los para ir à igreja.

Nas primeiras vezes, Lau Nu e o filho disseram que iriam, mas como não tinham boas roupas, desistiram. É costume em Mianmar as pessoas irem bem vestidas às reuniões religiosas. Porém, o pastor Aung não aceitou a justificativa e os presenteou com roupas novas para que fossem à igreja. 

Conhecendo Deus de perto

"Naquele dia em que fomos para a igreja, preparamos nossa refeição pela manhã, mas não a comemos porque na igreja tinha café da manhã e almoço; tudo é abundante na igreja. O almoço que preparamos pela manhã tornou-se nosso jantar", disse Lau Nu. Embora a senhora e o filho ainda não fossem cristãos quando foram pela primeira vez à igreja, sentiram grande generosidade, e ela entendeu que o Deus dos cristãos era realmente um Deus bom e generoso.

"Nós conhecemos algumas pessoas na igreja que nos deram comida. Agora eu percebo que, embora ainda não acreditasse em Deus, ele supriu minhas necessidades. Eu me preocupo como conseguirei comida todos os dias - eu estava acostumada a ter apenas uma refeição por dia. Mas os membros da igreja eram gentis e nos ajudaram com a graça e o amor de Deus".

O filho de Lau Nu tinha paralisia, mas pela misericórdia de Deus e com orações e cuidados do pastor e membros da igreja, ele recebeu a cura e foi batizado. Logo, Lau Nu aceitou a Cristo como seu Salvador e também foi batizada.

Enfrentando as consequências

Depois de Lau Nu se tornou cristã, ela enfrentou a rejeição dos parentes e vizinhos. No entanto, demostrou fé e dependência na providência do Senhor e não foi desencorajada. Ela acredita que agora tem mais tempo para passar com Deus. Para ajudar Lau Nu e seu filho a garantir o sustento, a Portas Abertas deu algumas cabras a eles. Para a nova cristã, as cabras agora fazem parte da família. Ela tem grande esperança que as cabras os ajudarão muito financeiramente.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||