México: Expulsos de suas próprias casas por se tornarem cristãos

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

09 de dezembro de 2016.

Muitos povos indígenas, no México, ainda professam uma religião tradicionalista que mistura paganismo com algumas práticas populares; nessas aldeias os cristãos não são bem-vindos

Lauro* é mexicano e vivia numa aldeia onde todos professam uma religião tradicionalista que mistura o paganismo indígena com algumas práticas populares. Quando ele se decidiu pelo cristianismo foi condenado a abandonar a comunidade, acusado de “violar os costumes religiosos” daquele povo.

Assim como ele, há outros novos convertidos de outras aldeias próximas vivendo a mesma situação. Lauro ainda deverá pagar uma multa de 10 mil pesos mexicanos. Hernández* é outro cristão que foi expulso de sua aldeia por “pregar uma religião diferente”. Nesse caso, mais de 300 pessoas se mobilizaram contra ele e quase toda a aldeia participou de uma reunião para decidir seu destino.

A Portas Abertas está ajudando cada um desses cristãos que estão agora sendo ameaçados pelos aldeões. Eles necessitam de segurança, de uma nova casa para morar, móveis e meios de subsistência. Além disso, há trabalhos sendo realizados em diversas igrejas para socorrer os cristãos mexicanos. Lembrando que o México está na 40ª posição da Classificação da Perseguição Religiosa, onde a igreja enfrenta um alto nível de perseguição. Ore por eles.

* Nome alterado por motivos de segurança.

 

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||