Mali: Igreja não estava preparada para dias piores

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

08 de dezembro de 2016.

 

Os fiéis estavam desprevenidos para o que viria pela frente; infelizmente, o sincretismo passou a fazer parte da vida dos cristãos também, com diferentes filosofias

Mali é 44º país na Classificação da Perseguição Religiosa e a igreja tem vivido uma grande agitação desde a revolta de 2012, quando ocorreu um Golpe de Estado. Desde então, a insegurança deixou de ser o único desafio dos cristãos. Assim que o país perdeu a estabilidade, a igreja descobriu que não estava preparada para dias piores.

Os fiéis estavam desprevenidos para o que viria pela frente. Infelizmente, o sincretismo passou a fazer parte da vida dos cristãos também, com diferentes filosofias. Os líderes não puderam fazer muita coisa e não foram treinados para combater as falsas doutrinas.

Além disso, os cristãos vivem na extrema pobreza e possuem uma compreensão bíblica limitada para saber lidar com isso sem afetar sua fé. Atualmente, colaboradores da Portas Abertas tem trabalhado no meio deles, batalhando para melhorar o ministério de líderes. Cinco motocicletas foram doadas à igreja para facilitar a vida dos evangelizadores.

Pedidos de oração

  • Ore pelo crescimento e fortalecimento da igreja no Mali.
  • Interceda pelos líderes malianos e pela equipe da Portas Abertas que agora atua por lá.
  • Peça ao Senhor por provisão física e cura espiritual. Que as falsas doutrinas sejam combatidas e que o Espírito de Deus prevaleça nesse país.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||