Mali ainda em combate

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

26 de junho de 2015.

 

Acordo entre o governo e grupos armados traz preocupação aos cristãos

Um relatório recente da ONG International Crisis Group (ICG), criticou de forma dura o acordo de paz assinado entre o governo do Mali e alguns grupos armados. O acordo aparentemente prioriza o restabelecimento da ordem e estabilidade da necessidade de oferecer à população do norte o acesso básico à serviços, trabalho ou justiça. Mas, além do conteúdo do documento, o ICG também aponta que o combate foi retomado no norte e no centro do Mali. O mais importante é que a principal força de oposição ao governo, o Azawad Movements Coalition (CMA), ainda não assinou o acordo.

Dennis, analista de perseguição da Portas Abertas, alerta: "Para o futuro, o Mali vai continuar enfrentando um grande grau de incerteza, com um acordo de paz obrigatório parecendo fora de alcance em curto prazo. Além disso, é provável uma intensificação do conflito. Para os cristãos, a ameaça do islamismo radical continua bem real, e com a retomada do combate, é quase impossível uma vida cristã normal no norte."

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||