Mais de vinte jovens são sequestradas pelo Boko Haram na Nigéria

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

26 de abril de 2017.

 

Há muita violência, sequestros, mortes e perseguição. Famílias cristãs estão cada vez mais desprotegidas e vulneráveis

De acordo com um recente relatório, o grupo extremista Boko Haram sequestrou mais 22 meninas, de duas aldeias diferentes no Norte da Nigéria, a maioria com idade inferior a 17 anos. O primeiro ataque ocorreu de madrugada, na aldeia de Pulka, onde 18 garotas foram levadas de seus lares. Na vila de Dumba, próximo ao lago Chade, um pastor se negou a pagar uma quantia em troca de segurança, então foi morto pelos extremistas que levaram quatro mulheres de sua família.

Supõe-se que as meninas serão forçadas a se casar com os militantes. “Esse tipo de incidente só reforça que o Boko Haram está cada vez mais ativo no Norte da Nigéria, apesar das reivindicações do governo nigeriano e de algumas vitórias sobre os extremistas”, comenta um dos colaboradores da Portas Abertas.

Segundo ele, civis cristãos têm enfrentado um grande risco. Há muita violência, sequestros, mortes e perseguição. Famílias cristãs estão cada vez mais desprotegidas e vulneráveis. Mas os nossos irmãos nigerianos garantem que a presença deles no país é necessária. “Ainda há muçulmanos querendo se converter ao cristianismo e, se a igreja partir, quem vai pregar o evangelho para eles?”, questionou uma cristã nigeriana perseguida. Ore pela igreja na Nigéria.

Fonte: Portos Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||