Líder cristão malaio ainda não foi encontrado

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

29 de maio de 2017.

 

A família não sabe se ele está vivo, mas pede orações para que o caso seja desvendado e, se possível, que Raymond possa voltar para casa

Faz mais de três meses que o líder cristão Raymond Koh Keng Joo está desaparecido. Ele não foi mais visto desde 13 de fevereiro, quando foi levado por sequestradores mascarados numa van, perto de sua casa, em Petaling Jaya. As investigações policiais continuam e tem sido um período difícil para a família. As atividades religiosas do líder estavam voltadas à evangelização de adolescentes muçulmanos, o que é considerado crime de acordo com a legislação do país.

A esposa de Raymond, Susanna, disse: "Apesar das especulações e suspeitas públicas contra as autoridades, eu ainda queria que a polícia conduzisse as investigações, mas minha confiança neles foi em vão. Estou decepcionada com os resultados", lamentou. Vários grupos da sociedade formaram o Grupo de Ação Cidadã sobre Desaparecimento Forçado (CAGED, sigla em inglês) para buscar ajuda internacional a fim de pressionar o governo da Malásia a fornecer respostas sobre o desaparecimento de Raymond e também de outros cristãos.

O líder cristão Hilmy Nor e sua esposa Ruth, além do ativista social Amir Che Mat, também estão desaparecidos há mais de seis meses. Cristãos malaios permanecem em oração. "Estamos considerando a possibilidade de que Raymond já esteja morto. A família me disse que em seus corações, eles mantêm a esperança de que ele esteja vivo, mas em suas mentes chegaram a aceitar que ele já pode estar com o Senhor, feliz e alegre", disse um amigo próximo.

Pedidos de oração

  • Ore por essa situação para que a família de Raymond finalmente saiba o que aconteceu, e, se possível, que ele volte para casa e para suas atividades na igreja.
  • Ore pelos demais cristãos que também continuam desaparecidos e peça a Deus para confortar os corações de todos os familiares e amigos.
  • Interceda pela igreja na Malásia e por todos os grupos que colaboram com as investigações.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||