“Eu cheguei à conclusão de que Jesus é o caminho”

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

30 de julho de 2018.

 

Omar, de 31 anos, era um professor de alcorão no extremo norte de Camarões. Desde que decidiu seguir a Jesus, no início de abril, ele tem enfrentado dura perseguição. Ele ouviu a mensagem de Jesus e, por conhecer bem o alcorão, decidiu ler mais sobre Cristo. “Eu cheguei à conclusão de que Jesus é o caminho”, conta. Ele compartilhou o que tinha descoberto com a esposa, que aceitou bem o fato.

No dia seguinte, os alunos do alcorão chegaram para a aula e Omar tentou transferi-los para outro grupo na mesma vizinhança. Como os garotos eram próximos do professor, ao descobrirem, começaram a chorar. Com isso, os pais quiseram saber o que estava acontecendo. Foi quando Omar contou que tinha descoberto a verdade sobre Jesus e que queria segui-lo. Uma multidão começou a aparecer em sua casa. Um tio de Omar, que havia crescido com ele, apareceu e começou a pressioná-lo para deixar a comunidade, se negando a ouvir o que acontecera.

Enquanto Omar saiu para ir ao mercado, sua esposa ligou dizendo que o tio tinha colocado fogo nas duas cabanas em que moravam. Omar ficou devastado e resolveu revidar. Comprou combustível e fósforos para incendiar a casa do tio. “Mas então alguma coisa me deteve. Eu não sei o que. Decidi ligar para o pastor e pedir seu conselho. Ele me disse para não pagar o mal com o mal”, explicou. Ele escolheu não fazer nada e passou alguns dias na casa de um amigo cristão.

Decidiu então levar a família para a vila do pai, que não era praticante do islamismo, esperando ficar em segurança. Porém um dia, ao voltar para casa, a esposa e os três filhos não estavam lá. Ao questionar o pai, ele disse não ser responsável por Omar e sua família. Omar ficou sem saber o que fazer. Depois descobriu que um tio tinha dado conselhos ao pai e levado sua esposa e filhos. Omar tem buscado refúgio com pastores da região, mas enfrenta muita pressão, pois a orientação é que se alguém o encontrar deve puni-lo por deixar o islã.

Pedidos de oração

  • Neste Dia Internacional da Amizade, apresente a vida de Omar, que perdeu tantas pessoas que considerava amigas apenas por se render a Jesus. Que ele possa confiar no melhor amigo que pode ter, Cristo.
  • Ore para que o Senhor o proteja e encoraje durante esses dias de dificuldade. Peça que ele seja discipulado e continua fortalecendo a fé.
  • Interceda para que ele possa encontrar uma forma de sobrevivência e que esteja reunido com a família em breve. Peça que toda a família tenha um encontro com Jesus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||