Lágrimas libertadoras

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

12 de janeiro de 2019.

Um dia Wahid foi líder de uma igreja doméstica no Irã, mas foi preso por isso. Hoje, fora da prisão, ele pastoreia uma igreja de 200 pessoas. O cristão perseguido conta como o aconselhamento pós-trauma da Portas Abertas para ex-prisioneiros ajudou a curar suas feridas.

“Para mim foi uma alegria participar do treinamento. Como ex-prisioneiro, eu me senti sozinho muitas vezes, pensando que ninguém se importava comigo. O curso provou que eu estava errado. Na vida diária, eu acho muito difícil falar sobre minha vida na prisão, que é uma história horrível. E, como líder, é uma grande tentação fingir que você é mais forte do que realmente é”, compartilha Wahid.

Ele compartilha como foi edificante conhecer pessoas que passaram pela mesma experiência, pois eles se entendiam e puderam aprender uns com os outros. Ele complementa: “Eu chorei muito, mas também fui muito confortado. Ser curado da minha experiência é um processo doloroso. Algumas feridas foram curadas, outras ainda não. Mas com os ensinamentos do curso, eu me tornei um líder mais forte”.

Pedidos de oração

  • Ore para que, assim como Wahid, muitos cristãos que passaram pela prisão por causa da fé em Cristo recebam o consolo e a cura do Senhor.
  • Interceda por aqueles que se encontram na prisão agora, para que tenham esperança e não esmoreçam, mas sejam fortalecidos no Senhor.
  • Peça para que os líderes cristãos do Irã sejam guardados por Deus.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||