Jovem pede asilo à Austrália após deixar o islamismo

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

10 de janeiro de 2019.

Rahaf Mohammed al-Qunun, uma jovem saudita de 18 anos, fugiu da família após renunciar ao islamismo, o que é punível com a morte na Arábia Saudita. Ela estava de férias com a família no Kuwait, de onde comprou uma passagem para a Austrália. Porém na conexão, em Bangkok, capital da Tailândia, ela foi retida. De acordo com a BBC, ela se recusou a embarcar de volta para o Kuwait, se trancando no quarto de um hotel no aeroporto.

Segundo a agência Reuters, a Organização das Nações Unidas (ONU) pediu ao governo australiano que considere enviar a jovem para um assentamento de refugiados. A Austrália disse que irá analisar o pedido de considerá-la uma refugiada.

Os oficiais de imigração tailandeses disseram inicialmente que ela devia voltar para o Kuwait, onde sua família a esperava. Porém o chefe da imigração, Surachate Hakparn, disse que o país não a forçaria a sair, de acordo com a agência AFP.

Pedidos de oração

  • Interceda pelos refugiados que são perseguidos por membros de suas próprias famílias.
  • Ore para que haja liberdade religiosa na Arábia Saudita.
  • Apresente o governo local, para que altere as leis religiosas.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||