Iraque: "Convertam-se ao islã, paguem impostos ou morram"

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

28 de junho de 2017.

 

Um clérigo xiita iraquiano ameaçou cristãos através de um vídeo; quase 200 famílias já apresentaram ação judicial contra ele

Um vídeo que mostra um chamado para a jihad (luta islâmica), de um clérigo xiita iraquiano, causou muita indignação entre os cristãos no país. As imagens inéditas mostram o xeique Alaa Al-Mousawi, chefe da Fundação Shia, um órgão governamental que cuida dos santos locais xiitas no Iraque, descrevendo os cristãos como "infiéis" e impondo que "convertam-se ao islã, paguem o jizya (imposto cobrado dos não-muçulmanos) ou então sejam mortos".

Quando confrontado, Al-Mousawi se defendeu dizendo que o vídeo tem pelo menos três anos. Outros relatórios locais dizem que o vídeo é mais recente. Quase 200 famílias cristãs iraquianas apresentaram uma ação judicial contra o clérigo, que foi então acusado pelo governo de "incitação à violência sectária contra cristãos". Enquanto isso, o xeique enviou suas alegações ao Movimento Cristão Babilônico para mediar o processo.

"O chamado do xiita nos faz lembrar da retórica extremista emitida por grupos radicais como o Estado Islâmico", observou um dos colaboradores da Portas Abertas que trabalha para apoiar a igreja que vive sob pressão. "Existem muitos grupos extremistas islâmicos ativos no Iraque que visam atacar as minorias religiosas locais, mas quando tais ameaças partem de altos funcionários do governo é algo raro e impactante para todos os cidadãos iraquianos", conclui o colaborador.

Colabore com os nossos irmãos perseguidos no Iraque
A petição Um Milhão de Vozes de Esperança foi criada em favor dos cristãos perseguidos do Iraque e Síria. O objetivo é garantir melhores direitos a eles. Mais de 10 mil pessoas já assinaram, assine você também e ajude a restaurar a esperança para a Igreja Perseguida nestes países.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||