Irã: Enquanto cristãos são libertados, outros são condenados

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

27 de novembro de 2014.

 

Homayoun, sua esposa e filho, Fariba Nima, estavam entre os sete cristãos presos em Shiraz, em 8 de fevereiro de 2012, quando uma reunião de oração foi invadida. Na ocasião, um membro da igreja também foi detido. Em junho de 2012, os oito foram considerados culpados de "participar de uma igreja doméstica, difundir o cristianismo, ter contato com ministérios estrangeiros, fazer propaganda contra o regime e prejudicar a segurança nacional." Homayoun e outros três cristãos foram condenados a 3 anos e 8 meses de prisão. Um deles, Mohammad-Reza, conseguiu liberdade condicional em 18 de maio desse ano.

Na sequência de um apelo sobre sua sentença, apresentado pela família ao tribunal de Shiraz, Homayoun foi libertado no dia 10 de novembro, depois de cumprir dois anos e oito meses na prisão Adel-Abad. Mojtaba e Vahid permanecem detidos.

Em outro momento, nove membros da Igreja do Irã foram presos em Shiraz, em outubro de 2012, quando uma reunião de oração foi invadida. Um dos detidos foi libertado pouco tempo depois; os outros foram formalmente condenados a sentenças que variam de um ano para seis anos de prisão (apesar da condenação ter sido posteriormente derrubada). Um recurso foi rejeitado em 29 de março de 2014 e, posteriormente, quatro desses condenados – Shahin, Mohammad, Suroush e Mehdi – iniciaram o cumprimento de suas sentenças.

No dia 9 de novembro, Masoud também foi levado à prisão Adel Abad, para cumprir a sua pena de cinco anos. Os outros dois, Eskander e Bijan, estão à espera de serem convocados em breve para cumprir suas sentenças.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||