Interceda por Ruth, cristã perseguida por seus familiares muçulmanos

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

27 de abril de 2019.

Desde sua conversão ao cristianismo em 2008, Ruth tem enfrentado forte oposição e perseguição de sua família, que usa diferentes formas para desencorajar sua fé. A situação se tornou ainda mais difícil quando ela se casou, em outubro de 2017, com um homem cristão da Nigéria. Sua família inteira desaprova o casamento e está trabalhando para separá-los.

Para evitar todo o ódio de seus familiares contra o esposo, eles fugiram da República de Gâmbia para a Nigéria por algum tempo, mas precisaram retornar ao país de origem. Gâmbia é um país que faz parte da região conhecida como África Subsaariana e apresenta altos níveis de perseguição. Apesar dessa realidade, Gâmbia não está dentro do Top 50 na Lista Mundial da Perseguição 2019.

Contudo, a nação gambiana está entre os países em observação, ocupando a 66ª posição do ranking. A África Subsaariana é conhecida como um lugar de instabilidade, corrupção, pobreza, desemprego e forte base islâmica. Por isso, os parentes de Ruth não se conformam e, insistentemente, tentam fazê-la retornar à religião que rege a família.

Como se não bastasse, segundo a imprensa internacional, o ex-presidente gambiano, Yahya Jammeh, foi acusado de desviar um milhão de dólares, deixando o país totalmente mergulhado em uma dívida profunda. De acordo com investigadores, o político saiu ileso ao nomear funcionários públicos para posições proeminentes e dar privilégios a um grupo de empresários financiados pelo Hezbollah, organização política e paramilitar fundamentalista islâmica. Todo esse cenário desvaloriza as minorias e pode intensificar a perseguição religiosa na Gâmbia.

Pedidos de oração

  • Ore pela proteção diária de Deus sobre a vida de Ruth e de seu marido.
  • Ore para que os familiares de Ruth e a própria comunidade gambiana conheçam a Cristo, e abandonem o islã.
  • Peça por toda a nação gambiana, especialmente as minorias religiosas.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||