Indonésia: Minorias religiosas são sufocadas

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

26 de janeiro de 2017.

O conservadorismo islâmico está ganhando forças na Indonésia; a maior nação muçulmana do mundo mostra não ter piedade daqueles que seguem o cristianismo

A Indonésia, 46º país na atual Lista Mundial da Perseguição, tem visto o aumento das violações dos direitos humanos e também um ataque à liberdade religiosa no país. Um relatório da Comissão Nacional de Direitos Humanos, divulgado pelo Jakarta Post, em 10 de janeiro, confirmou esses dados.

O caso de blasfêmia mais recente, contra o governador de Jacarta mais conhecido como "Ahok", ainda vai durar alguns meses. Enquanto isso, o governador cristão tenta se defender, afirmando que nunca teve intenção de "insultar o alcorão". Mas a maior nação muçulmana do mundo mostra não ter piedade daqueles que seguem o cristianismo.

"Este caso atraiu muita a atenção nacional e internacional e é visto como um teste de liberdade religiosa para essa nação. Houve uma mobilização de mais de 200 mil manifestantes de todo o país. Eles são radicais islâmicos e prometem proteger o conservadorismo na sociedade. Infelizmente, a cada dia que passa, eles ganham ainda mais terreno, sufocando as minorias", comenta um dos colaboradores da Portas Abertas. Ore por essa nação.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||