Igrejas no alvo dos cartéis de drogas no México

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

02 de março de 2017.

 

"Os criminosos exigem uma espécie de ‘licença pública’ dos líderes cristãos, que devem pagar uma porcentagem das ofertas que entram; esse ‘tributo’ é o que garante o direito de manter a igreja aberta"

Atualmente, o México vive uma intensa guerra contra o narcotráfico, com vários cartéis de drogas disputando o mercado mais prejudicial e também mais rentável do mundo. Várias regiões têm sido assediadas e seus líderes políticos estão perdendo a força. Sem segurança, a igreja também tem sido um dos principais alvos dos traficantes. A pressão do crime organizado nas comunidades cristãs é tão grande que tem gerado violência, medo e, por vezes, obrigando as igrejas a se esconderem.

"Estamos falando de lugares muito próximos à capital do país, o que significa que um problema que costumava ser típico das cidades do norte, que fazem fronteira com os Estados Unidos, está se tornando um problema para o resto do México", disse um dos líderes cristãos que não se identificou por motivos de segurança.

Uma prática muito comum, hoje em dia, dos narcotraficantes, é o sistema de "cobrança tributária" usado para cobrar das igrejas pelo direito de existir, literalmente. "Os criminosos exigem uma espécie de ‘licença pública’ dos líderes cristãos, que devem pagar uma porcentagem das ofertas que entram. É como um tributo que garante o direito de manter a igreja aberta em determinados locais que são dominados por eles", explica um dos colaboradores da Portas Abertas. Ore pela igreja no México.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||