Igreja turca é afetada por conflito entre governos

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

09 de maio de 2016.

 

Turquia e Rússia vivem momentos de tensão e os cristãos sentem as consequências devido ao clima tenso e ao aumento da perseguição religiosa

O encontro histórico que reuniu os representantes de 300 milhões de cristãos ortodoxos aconteceu na ilha grega de Creta, que ficou conhecido como o grande Encontro Ecumênico Ortodoxo. O último encontro como esse foi no ano de 787, conhecido como o "7º Concílio Ecumênico do Cristianismo" ou "Concílio de Niceia", para discutir assuntos relacionados à igreja e aos seus costumes. "Esse encontro é também uma resposta aos cristãos, devido aos sérios conflitos atuais entre a Rússia e a Turquia. Depois que a Turquia foi atacada por um jato russo, em novembro do ano passado, o que foi uma violação do espaço aéreo, o clima ficou tenso entre os dois países, afetando inclusive as igrejas e os cristãos", comenta um dos analistas de perseguição.

Segundo ele, as autoridades dos dois países são extremamente inflexíveis e o conflito cresce a cada dia. A reunião ortodoxa, inicialmente, estava marcada para acontecer em Istambul, o que era motivo de orgulho para a Turquia. "Mas a mudança do local em cima da hora foi como um tapa na cara dos turcos, daí a tensão. Embora o governo não pareça estar tão ofendido por isso, já que a reunião da Organização de Cooperação Islâmica (OCI), em Istambul, que foi realizada em abril, é muito mais importante para o presidente Erdogan", diz o analista.

Turquia é o 45º país na atual Classificação da Perseguição Religiosa e a presença de fundamentalistas islâmicos tem sido uma grande ameaça para a liderança cristã de todas as denominações. O governo também se posiciona através de um nacionalismo extremista e os direitos dos cidadãos não são respeitados, incluindo a liberdade religiosa. A igreja, no entanto, permanece em crescimento, apesar da perseguição e da violência. Os convertidos ao cristianismo são vistos como traidores do Estado. Ore pelos cristãos turcos e interceda por essa nação.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||