Igreja móvel levará evangelho a cristãos perseguidos

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

01 de fevereiro de 2018.

 

Semana passada publicamos notícias sobre a situação dos cristãos “sem igreja” ou “não-alcançados” do Paquistão. São aqueles que nasceram em uma família cristã, mas não têm a experiência do novo nascimento. Mesmo assim, enfrentam a perseguição por serem cristãos. Um deles é Shahzad, cuja história contamos aqui. O que melhoraria as circunstâncias dos “cristãos sem igreja”, como Shahzad, é justamente a igreja ir até eles.

Através de uma organização parceira, a ALIVE (Viva, em português), podemos oferecer uma vida melhor para os “cristãos sem igreja” através de vários projetos a serem implementados em 2018. “Este ano nós enviaremos equipes com igrejas móveis para essas comunidades de cristãos. As chamamos de igrejas sobre rodas. Pessoas treinadas por nós conduzirão caminhões levando música, filmes sobre a Bíblia e Jesus, e também literatura para aqueles que sabem ler. Nós encontraremos as pessoas onde quer que estejam e as ensinaremos as bases do cristianismo. Contaremos a elas sobre Jesus e mostraremos seu amor”, compartilha um dos líderes da ALIVE.

Envolvimento da igreja livre pode fazer toda a diferença

Com as orações e a ajuda financeira da igreja livre ao redor do mundo, poderemos construir uma escola primária para as crianças e dar uma educação de boa qualidade à comunidade cristã. Outro projeto é o início de um movimento de leitura da Bíblia. Muitos auxiliares da ALIVE ensinam aos cristãos o que a Bíblia realmente diz. A importância disso é imensa, pois os cristãos são diariamente confrontados com perseguição e também com a doutrina muçulmana pela TV, rádio e internet. Clique aqui para saber como apoiar financeiramente a igreja no Paquistão.

Os cristãos perseguidos “não alcançados” agradecem pelo apoio. Temos a esperança de que daqui um ano muitos ‘Shahzads’ poderão explicar o que é a salvação. Mais do que isso, oramos para que, sabendo que não foi esquecido pelo corpo de Cristo, ele confesse que é filho do Rei verdadeiramente, assim como seu nome diz.

Fonte: Portas Abertas

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||