Igreja em Mianmar está esperançosa

Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

17 de outubro de 2016.

 

Cristãos podem ser beneficiados através de reconciliação nacional; grupos étnicos armados, oficiais militares e representantes do governo almejam pela paz em Mianmar

Recentemente, houve uma conferência de cinco dias, em Mianmar, objetivando a reconciliação nacional entre grupos étnicos armados, partidos políticos, oficiais militares e representantes do governo. A Century Panglong Conference, que foi iniciada em Naypyidaw, capital do país, terá uma série de outras conferências que vão acontecer a cada seis meses. Embora a paz seja algo muito desejado pelos birmaneses, dois partidos políticos do Estado de Rackine declararam oficialmente que são contra esse processo.

O resultado da conferência parece ter sido decepcionante para alguns, mas para outros é apenas o primeiro passo na direção certa. Especialistas comentaram que, se o resultado final for um Estado federalizado, então as minorias religiosas serão beneficiadas. Atualmente, o país enfrenta um alto nível de violência, onde os cristãos são fortemente atacados e as igrejas destruídas.

Mas, mesmo que as novas leis tenham colocado obstáculos para aqueles que desejam se converter ao cristianismo, a igreja cresceu em Mianmar de forma surpreendente. Há milhares de cristãos internamente deslocados ou vivendo na fronteira com a China, mas eles estão perseverando em sua fé e suas orações têm sido ouvidas por Deus. A perseguição continua, mas a persistência dos cristãos está ajudando a vencer essa batalha. Ore por essa nação.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||