Guerra entre Etiópia e Eritreia pode afetar cristãos

"Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

14 de julho de 2016.

 

As notícias que chegam do Chifre da África sempre estão atreladas a uma série de violências que descrevem as condições desumanas a que muitos cristãos são submetidos

Etiópia é um dos países que compõem a região conhecida como Chifre da África, os outros países são Somália, Djibuti, Eritreia e Quênia. Todos fazem parte da atual Classificação da Perseguição Religiosa, onde os cristãos são tratados com grande hostilidade. As notícias que chegam da região estão sempre atreladas a uma série de violências que descrevem as condições desumanas a que muitos cristãos são submetidos, como é o caso da eritreia Helen Berhane, que viveu dois anos de sua vida presa num contêiner marítimo por não ter negado sua fé em Cristo. 

Atualmente, houve um incidente entre as forças etíopes e eritreias, na fronteira entre esses países, o que resultou na morte de centenas de soldados, afetando a segurança de toda a região. O governo da Etiópia responsabilizou a Eritreia por ter provocado o ataque, justificando assim sua ofensiva militar. Essa situação é muito perigosa para os cristãos. Sempre que a segurança fica instável, gerando também tensão política e social, a igreja de toda essa região sente as consequências. 

Na prática, o que ocorre é que quando aumenta a perseguição religiosa na Eritreia, por exemplo, a tendência é que os cristãos busquem uma rota de fuga pela Etiópia, e se os países estiverem em guerra, isso não é possível, pois as fronteiras ficam ainda mais perigosas do que já são. O momento é delicado para os cristãos etíopes, já que desde o início do ano, o país tem vivido conflitos étnico-políticos em diversas aldeias, ocasionando a destruição de várias igrejas e incentivando o tumulto pelas ruas. Manifestações contra o governo se transformam rapidamente em ataques religiosos, isso porque os cristãos são os mais vulneráveis. Além disso, o extremismo islâmico tem aumentado nos últimos anos. Ore por essas nações.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||