Governo argelino investe contra a militância islâmica

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

25 de maio de 2016.

 

Uma das maiores mesquitas do mundo está sendo construída na tentativa de apaziguar o segmento religioso conservador nacional

Uma das maiores mesquitas do mundo está em construção na Argélia. A Djamaa El Djazair, com seu mirante de 263 metros de altura, será a terceira maior mundialmente, sendo também o edifício mais alto da África. Sua cúpula terá uma plataforma em movimento constante para manutenção e limpeza em todos os seus ângulos. O espaço vai contar com uma biblioteca com capacidade para 1 milhão de livros e haverá um museu de história e arte islâmica, além de uma escola corânica para 300 alunos dentro de seu complexo. O projeto e sua execução estão sendo realizados por empreiteiros chineses e terá um espaço útil para cerca de 120 mil fiéis. O investimento foi estimado em 1,2 milhões de euros. O governo pretende utilizar a mesquita para coroar o legado do presidente Abdelaziz Bouteflika, de 79 anos de idade.

"Mas o que poderia se esconder dentro de um projeto tão audacioso? Sabemos que o governo argelino está muito determinado a derrotar a militância islâmica que já opera em diversas regiões do país. A imensa mesquita parece ser uma tentativa de apaziguar o segmento religioso conservador nacional. Se o plano do governo for bem-sucedido, o empreendimento poderá se tornar um influente centro de aprendizado islâmico e também formador de opiniões, na tentativa de combater o ensino islâmico radical", comenta um dos analistas de perseguição.

Atualmente, existe uma grande preocupação dos líderes cristãos em relação a esses acontecimentos. "O presidente não está bem de saúde e quando ele morrer não se sabe quem será o sucessor e isso pode criar uma abertura para os grupos militantes islâmicos para desestabilizar o país, já que a estratégia deles é sempre a mesma, se aproveitam da insegurança e instabilidade para entrar em ação. A Argélia é o 37º país na atual Classificação da Perseguição Religiosa onde os cristãos não possuem liberdade para realizar cultos a Deus em público e as reuniões de oração costumam ser secretas. Interceda por eles em suas orações.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||