Formas de liberdade para cristãos na Indonésia geram reflexão

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

10 de junho de 2015.

 

Agora é permitido escolher a religião a ser exibida no cartão de identidade nacional. Mas, a necessidade do item no documento comprova como a discriminação é frequente

De acordo com o Ministério de Administração Interna da Indonésia, as pessoas agora podem escolher sua própria religião que será exibida no cartão de identidade nacional. Anteriormente, apenas uma das seis religiões reconhecidas, entre elas o catolicismo e o protestantismo, eram elegíveis para este fim.

Daniel, analista de perseguição da Portas Abertas Internacional, adverte: "Enquanto este é, definitivamente, um passo na direção certa, ainda temos que perguntar por que a religião deve ser um dos itens a serem exibidos em cartões de identidade. A prática abre inúmeras formas de discriminação. Uma solução melhor seria abandonar a menção de afiliações religiosas em cartões de identificação completamente. Assim, para os cristãos, esta mudança de política os deixaria menos vulneráveis do que eles já estão em sua sociedade."

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||