Faz exatamente um ano que ocorreu o atentado na Universidade de Garrisa

“Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos-ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome.” Mateus 24:9

03 de abril de 2016.

 

Vários eventos serão realizados em memória dos 147 estudantes que morreram e muitos vão prestar solidariedade aos quenianos

Hoje, 2 de abril, completa 1 ano do triste massacre ocorrido na Universidade de Garissa, leste do Quênia, ocasião em que o grupo extremista islâmico Al Shabaab deixou 147 estudantes mortos, em sua maioria cristãos, além de dezenas de feridos. Ainda há muitas marcas no local, mesmo depois de uma minuciosa restauração, antes da reabertura da universidade. Haverá alguns eventos em memória daqueles que morreram e uma maratona foi organizada com a expectativa da participação de cerca de mil pessoas dispostas a mostrar solidariedade.

Em Eldoret, uma das maiores cidades quenianas, muitos estudantes cristãos junto com seus líderes, também planejaram um grande evento. A programação incluirá a plantação de árvores, uma procissão, iluminação com velas, orações, discursos de alguns alunos e pais, bem como uma palavra de encorajamento da liderança do FOCUS (Fellowship of Christian University Students) que é a Associação dos Estudantes Cristãos, que tem apoiado as famílias durante o ano que passou.

A situação no Quênia, o 16º país da Classificação da Perseguição Religiosa deste ano, ainda é instável para os seguidores do cristianismo, que compõem 80% da população. Os outros 20% são de radicais e extremistas islâmicos que dominam a liderança do país através da sharia. O futuro da igreja queniana é preocupante e a unidade islâmica é diversificada e forte. Entre as mais diversas formas de perseguição estão os ataques em massa, a universidades, ônibus e até locais de trabalho. As casas de muitos cristãos já foram invadidas durante a noite e muitos professores cristãos foram expulsos das escolas. Ore por essa nação e, especialmente hoje, lembre-se das famílias dos estudantes.

Pedidos de oração
● Ore para que os eventos ocorram em total segurança e que os organizadores possam preparar uma cerimônia digna do respeito de todos.
● Peça ao Senhor para substituir o sentimento de perda, medo e insegurança, que tomou conta da universidade há um ano, pela paz de Cristo que excede todo o entendimento.
● Ore para que este memorial seja o marco de um novo tempo de esperanças e vitória e que as famílias que perderam seus entes queridos possam ser confortadas pelo Senhor.

Fonte: Portas Abertas.

voltar para Perseguições

fwR fsN tsY show center|left tsN fwR|show fwR center|bnull||image-wrap|news login uppercase b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 bsd|b01 c05 bsd|login news fwR uppercase b01 bsd|tsN fwR uppercase b01 bsd|fwR uppercase|content-inner||